Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França completa 55 anos e é homenageada na Assembleia Legislativa

Durante sessão solene, servidores da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação e funcionários da instituição recebem medalha de mérito pelo trabalho realizado

Foto: Carlos Costa / Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

A Escola do Futuro do Estado de Goiás (EFG) em Artes Basileu França foi homenageada, na noite da última terça-feira (29/11), pelos seus 55 anos, durante sessão solene realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego). O titular da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), Marcio Cesar Pereira, vários servidores da pasta e funcionários da EFG receberam, na oportunidade, a medalha de mérito legislativo. A propositura foi do deputado estadual Antônio Gomide.

Durante discurso, Marcio Cesar relembrou a história da escola; falou sobre a inserção da mesma na Sedi; celebrou as conquistas dos núcleos de dança, entre outros, e a integração da Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) com os jovens músicos do Basileu; citou a reforma do teatro e a vindoura inauguração de um hub de inovação no espaço anexo à instituição, no próximo dia 16 de dezembro.

“Nós vamos ter, em um quarteirão, a melhor escola de arte do Brasil e um dos melhores hubs de inovação do País se comunicando”, ressaltou o secretário, ao pontuar como o local para essa convergência é estratégico, já que o Setor Universitário reúne, justamente, estudantes de ensino superior e pesquisadores.

Já a diretora da EFG em Artes Basileu França, Lóide Magalhães, agradeceu ao Governo de Goiás pelos investimentos direcionados para a classe artística. “Com muita maestria, o governador Ronaldo Caiado vem, ao longo dos últimos quatro anos, trabalhando em prol da educação e da cultura em nosso Estado”.

Ela também elogiou o trabalho realizado pela Sedi, na pessoa do secretário e de sua equipe. “É uma honra poder trabalhar com um chefe ético, que tem visão de futuro e que tem conseguido conduzir, com muita maestria, as Escolas do Futuro. E digo não somente o Basileu, mas todas as outras, que hoje estão se tornando uma referência no Brasil”, destacou.

Ao longo do evento, sediado no plenário da Casa Legislativa, os convidados puderam apreciar um dos talentos do Basileu, o Núcleo de Chorinho, que animou a noite festiva. Fizeram parte ainda da lista de homenageados pelos 55 anos da instituição, além de Marcio Cesar e Lóide Magalhães, a subsecretária de Ciência, Tecnologia e Inovação da Sedi, Sheila Pires; a gerente de Gestão das EFGs, Mychelly Simões, além de vários outros servidores.

História

A EFG em Artes Basileu França é uma instituição ligada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Inovação, que, atualmente, atende mais de 4 mil alunos. A origem da escola se deu em 1967, na Escola de Arte Veiga Valle, pioneira no segmento da arte em território goiano.

O Basileu tem como missão produzir e difundir conhecimentos práticos, científicos e saberes no eixo tecnológico de produção cultural e desenvolver a formação integral de profissionais e cidadãos capazes de promover o empreendedorismo na sociedade e contribuir na transformação socioeconômica de Goiás.

 

Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação - Governo de Goiás